quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

O Shakuhachi e o Jazz



File-Shakuhachi.jpg

Ao Labrosca

O Shakuhachi é um dos instrumentos tradicionais japoneses a par de dois outros o Koto, instrumento de cordas que se toca como uma harpa mas em posição de deitado e o Sangen, mais conhecido e que parece um pequeno banjo de três cordas.

Fabricado em bambu grosso , a sua construção é simples com apenas cinco orifícios, mas rigorosa ao nível das medidas empregues com o seu comprimento mais comum de cerca de 1,8 shaku sendo 1 shaku igual a 30 cm. Também existem instrumentos em madeira e mesmo em plástico.

Conhecem-se composições para este instrumento já do séc.VIII e era utilizado principalmente nas cerimónias budistas.

Embora a escala pentatónica seja a mais usada, também se consegue a escala cromática. Mas a característica mais interessante do Shakuhachi é sem dúvida a sua capacidade de realizar o portamento, aquele glissando muito habitual na música tradicional japonesa.

Dos três exemplos que o meu amigo Labrosca me dedicou e que daqui envio já os meus agradecimentos, um grande abraço e o pedido sincero de desculpas por só a uma hora tão tardia ter podido responder a este triplo post, mas há dias em que necessitamos de dar feriado também ao nosso computador.

Gostei particularmente do primeiro post de Keiko Matsui por ser ao mesmo tempo o mais profissional e também o mais introspectivo. A transferência da sonoridade do Shakuhachi da música tradicional para o jazz está excelente, conseguindo manter o fraseado melódico característico do próprio instrumento e não entrando por caminhos mais simples tal com usar este instrumento como um saxofone ou mesmo uma flauta transversal.

Dos outros dois, achei que ambos os grupos estavam ainda numa fase de aprendizagem, logo mais presos tanto ao nível da secção rítmica como dos próprios solos que não tinham a fluência do primeiro. Ainda assim gostaria de realçar o excelente solo do outro tocador de Shakuhachi.

3 comentários:

Óscar disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Óscar disse...

Até fico de olhos em bico com tanta informação!

Labrosca disse...

Gostei.