domingo, 8 de fevereiro de 2009

High-tech Bike

Considerando que alguns dos colaboradores deste blog, além dos interesses óbvios por fotografia, música, literatura, actualidade, etc, também são (ou foram) cicloturistas, hoje trago um modelo de uma "bicla" hightech, que não tem corrente, nem raios e que faz as nossas "esmaltinas" parecerem peças de museu...







6 comentários:

Vital disse...

Para já bem retornado, até pensei que estavas a construir um protótipo de bici.
Quanto a esta, dá ideia que pode tornar os tintins dormentes já que o selim não tem suspensão.
Mas como qualquer coisa levemente gayola, gosto.

Vital disse...

Só agora reparei na marca: nuiia. Eu numa destas, com a minha jeito para a coisa também nuiia.

Kmett N’Ojo disse...

ESPECTÁCULO!
Com jeitinho até tem tracção às duas rodas e travões aerodinâmicos! E deve atingir facilmente a velocidade da luz, até para condutores como nós de – quase – terceira idade!
Falta muito pró Natal?

Kmett N’Ojo disse...

Eu acho que deve ser Nulla, referência à habilidade necessária para condução.
Eu iia… já!

Hagarraky disse...

Já agora podiam não ter posto os pedais... são tão cansativos...!

Óscar disse...

És o maior, Hagarra! O humor é uma evidência de inteligência superior e a ti não falta humor... só falta apareceres mais vezes por cá!