quinta-feira, 30 de setembro de 2010

De novo o mexilhão! Mas, enfim, tudo é relativo...


Belo início de dia, o de hoje, com as notícias frescas dos jornais online a acompanharem, como é costume, o café da manhã. Já todos devem adivinhar o que por lá encontrei. "Que aumentou o desconto para a segurança social. Que os salários da função pública vão diminuir (até DEZ POR CENTO???). Que a progressão nas carreiras vai ser de novo congelada (as carreiras dos funcionários públicos são tal e qual a pescada!). Que a comparticipação do estado em medicamentos vai ser reduzida,...".
Tudo notícias animadoras para começo de dia. Mas o quadro não se ficou por aqui, até o estupor do Benfica foi perder na Alemanha!
Estas "boas novas" andaram a matraquear-me os neurónios ao longo da manhã e foram tema de vivos desabafos que fui distribuindo democraticamente pelos colegas de trabalho.

Acontece, porém, que depois do almoço dei uma espreitadela ao monami6f. Aqui, encontrei o comovente post do Hagarra sobre o nosso querido AL. Afinal, tudo é relativo. Há coisas muito mais importantes do que uns jantares em Restaurantes (que afinal vão ser em casa), uma objectiva que se desejaria comprar ou umas férias que já não vão ser como o planeado.

Há principalmente o outro lado da vida. E esse não é um qualquer Sócrates que o vai roubar.

1 comentário:

Labrosca disse...

Concordo, Óscar.
Há o outro lado da vida.
Não sei se é o lado de dentro ou o de fora.
Não sei se é o lado de cima ou o de baixo.
O que é certo é que há o outro lado.
O que é certo, é que para os menos afortunados, aqueles que nada têm, nada sentiram hoje de manhã.
Para esses, não pairava a ameaça de tempos menos bons.
Para esses, todos os dias são menos bons sempre e desde sempre!
E esses, serão, mais milhão menos milhão, cerca de mil milhões.
Perante esses, sinto-me envergonhadamente privilegiado, mesmo que me retirem 90% do ordenado.