terça-feira, 12 de janeiro de 2010

O mar a preto-e-branco





Ao realizar estas fotografias procurei evidenciar o carácter agreste e impetuoso do mar em dia de tempestade. Optei por fazê-lo a preto-e-branco pois, despido de cor, o mar revela-nos a sua natureza mais selvagem, uma força primordial e redentora que nos enche de vitalidade.
Objectivo conseguido?


Nota: clicar nas imagens para observá-las com mais definição.

2 comentários:

Hagarraky disse...

Sem rodeios: imagens e palavras numa sintonia perfeita.

Vital disse...

Conseguido, conseguido, és um mestre do click