segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

35 obras-primas publicadas em 2009

Uma lista diferente: uma lista de livros publicados em 2009 e que é (quase) consensualmente uma resma de obras-primas. Há de tudo, ficção, biografias, ensaio. É só escolher
Para evitar que os meus amigos percam tempo e dinheiro com merdas do Dan Brown, Sveva não sei quê, do apresentador do telejornal, do Júlio Magalhães, da Júlia Pinheiro ou da outra loira cujo nome não recordo...

Caderno Afegão, Alexandra Lucas Coelho, Tinta da China
Obra Completa 1969-1985, Nuno Bragança, Dom Quixote.
Contos Completos I, John Cheever, Sextante.
Obra Poética Completa, Edgar Allan Poe, Tinta da China.
Ofício Cantante, Herberto Helder, Assírio & Alvim.
Veneza, Jan Morris, Tinta da China.
Os Desaparecidos, Daniel Mendelsohn, Dom Quixote
A Breve e Assombrosa História de Oscar Wao, Junot Díaz, Porto Editora.
O Resto é Ruído. À Escuta do Século XX, Alex Ross, Casa das Letras
História de Portugal, VV.AA., Rui Ramos (org.), A Esfera dos Livros.
Caderno de Memórias Coloniais, Isabela Figueiredo, Angelus Novus.
História de Israel, Martin Gilbert, Edições 70.
A Montanha Mágica, Thomas Mann, Dom Quixote
Entrevistas da Paris Review, VV.AA., Carlos Vaz Marques (org.), Tinta da China.
A Ilha, Giani Stuparich, Ahab
O Século XX Esquecido, Tony Judt, Edições 70.
Ruído Branco, Don DeLillo, Sextante
Outras Cores, Orhan Pamuk, Presença
Beloved, Toni Morrison, Dom Quixote.
Poemas Portugueses, VV.AA., Jorge Reis-Sá e Rui Lage (org.), Porto Editora.
Filho da Mãe, Bernardo Carvalho, Cotovia.
Gabriel García Márquez. Uma Vida, Gerald Martin, Dom Quixote.
A Torre do Desassossego, 2006, Lawrence Wright
Hitler, 2008, Ian Kershaw
Lisboa. História Física e Moral, 2008, José-Augusto França
As Benevolentes, 2006, Jonathan Littell
Amigos até ao fim, 2003, John Le Carré
Carnaval no Fogo, 2003, Ruy Castro
A Grande Guerra Pela Civilização, 2005, Robert Fisk
Pós-Guerra, 2005, Tony Judt
Uma Vida Inacabada. John F. Kennedy, 2003, Robert Dallek
Brando Mas Pouco, 2006, Darwin Porter
O Mago, Fernando Morais, Planeta
Proust era um neurocientista, Jonah Leher, Lua de Papel
A Solidão dos Números Primos, Paolo Giordano

2 comentários:

Óscar disse...

Temos aqui matéria para nos entretermos nos próximos meses!

Labrosca disse...

Ou anos!