domingo, 17 de janeiro de 2010

Michael Kenna




Há uma casa no Gerês profundo, perto da Malhadoura, que é conhecida no meu círculo de amigos caminheiros como a "Casa do Filho da P...". A razão é simples. Quando lá passámos pela primeira vez e nos deparámos com aquela casa magnífica, situada num local paradisíaco, a exclamação foi unânime: "Filho da p... de sortudo (do proprietário)!". É óbvio que a expressão traduziu uma generalizada e profunda "dor de cotovelo".

Esta história vem a propósito da minha reacção quando tomei contacto pela primeira vez com a obra do fotógrafo inglês Michael Kenna. O sentimento de pasmo e de inveja foi análogo.

Aqui fica uma mostra do seu trabalho, “Mundo Silencioso”, para que os meus amigos possam partilhar comigo estes sentimentos ambivalentes.



Para conhecer melhor o fotógrafo ir para aqui e aqui.

1 comentário:

Hagarraky disse...

Filho da p...hotographia!