quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Adiamento

As palavras visionárias de Fernando Pessoa - ou o Sebastianismo bem português -, na voz de Jô Soares. Quem é que não enterra a carapuça?

1 comentário:

Labrosca disse...

Eu enterro a carapuça até ao umbigo, ou um pouco mais.
Quem não procrastina no dia a dia, que atire a primeira pedra.