quinta-feira, 14 de julho de 2011

Então isto é assim?

Eu sei que sou um tipo que me indigno com facilidade, mas francamente! Então há para aí fulanos a matar e a roubar a torto e a direito e levam penas suspensas ou saem mesmo ilibados e uns polícias só porque deram uns sopapos num jovem teutão apanham mais de quatro anos de prisão efectiva?
Mais uma vez está provada a minha tese. Nenhum português tem bom senso! É um mal endémico, congénito, ou o que quiserem mas ninguém está a salvo.
Li a história no jornal e nem queria acreditar: o jovem teutónico andou de eléctrico sem pagar e quando abordado pela polícia recusou-se a pagar e a identificar-se. Foi para a esquadra onde terá continuado a praticar boas acções e a colaborar com a autoridade. Foram-lhe descobertas umas gramitas de haxixe, mas também seria só para consumo e ele sempre a colaborar. Levou uns sopapos por ter colaborado prontamente e foi solto.
Foi logo apresentar queixa noutra esquadra e mostrar as mazelas ao hospital.
Resultado: processo para os polícias envolvidos. Penas de prisão efectiva, pois claro que nós somos um estado de direito que trata muito bem os criminosos.
Duas perguntas: depois disto, se fores polícia, atravessas-te por alguém? Pois eu não.
E já agora outra questão: se eu estivesse em Osnabruck ou porra que o valha, andar de transporte público não pagando, não me identificar perante a Polizei a ainda for apanhado com droga na carteira, lá dão-me o quê: uma bolsa de estudo para acabar o Erasmus?
Francamente...

1 comentário:

Hagarra disse...

Exactamente, isto é assim... e tem sido assim desde há já bastante tempo, de tal forma que hoje ser criminoso começa a ser uma boa alternativa a considerar ao malfadado desemprego que graça na sociedade. "O crime não compensa" é outro chaço de ideia feita a incluir no artigo acima.